Ano de publicação: 2017

Volume: 14

Selo Editorial: Factum Editora

ISBN: 978-85-99566-05-3

Tamanho: 22 x 21 cm

Preço: R$25,00

Autor: Edméri Stadler Vasco é professora de História e escritora de conteúdos didáticos; mestre em História pela UFPR.

Do que se trata? A formação da classe trabalhadora urbana em Curitiba no período da Primeira República é o tema central desse livro. Por meio da análise dos depoimentos de réus, vítimas e testemunhas nos processos criminais desse período histórico da Belle Époque a autora coletou elementos para o entendimento das experiências vividas por esses sujeitos no contexto da regulamentação do trabalho livre, no bojo do processe de modernização da capital paranaense.

As fontes primárias selecionadas primorosamente fornecem indícios acerca das contradições entre essas experiências sociais compartilhadas pelos indivíduos que transgrediam a ordem e a lei e as ações das autoridades públicas que combatiam a desordem e o crime. Foi assim que se estabeleceu, como um dos principais mecanismos de luta social, a violência. Ela foi responsável por grande parte da resolução dos conflitos e tensões entre vítimas e agressores, entre trabalhadores e poder.

Num país como o Brasil, construído sob o signo da escravidão, compreender a violência como núcleo dos conflitos sociais é um começo para a superação das dificuldades históricas que impedem a consolidação de uma sociedade justa e solidária.